Pular para o conteúdo
como ter sucesso no marketing digital com os podcasts

Antes de inciarmos este post, é preciso que você saiba o que é um podcast. Este formato é como se fosse o Youtube, porém só trabalha com a estrutura de áudio, sem as imagens.

Basicamente são programas em diversos formatos: entrevistas, culinária, esportes, política, cultura, ciência, sociologia, história e etc. Mas afinal, em que um podcast pode te ajudar no mercado digital?

Entenda as 7 Vantagens de se criar um Podcast

Agora que você já sabe o que é um podcast, é hora de entender em que ele pode te ajudar no nosso mercado.

1 – Tráfego Orgânico

Uma das maiores vantagens dos podcasts é que ele naturalmente gera tráfego orgânico. Ou seja: as pessoas chegarão até você sem você ter que pagar pelo tráfego.

Isso porque quem se interessar pelo conteúdo do seu podcast virá naturalmente até o seu canal. Claro que você pode investir em campanhas publicitárias para alavancar a sua audiência.

Mas o tráfego orgânico possui este diferencial, pois você consegue uma base que já se interessa pelo tipo de conteúdo que você produz.

2 – Flexibilidade do Conteúdo

Como o podcast pode ter diversos formatos, você pode flexibilizar o seu conteúdo.

Você pode, por exemplo, criar um podcast que fale sobre assuntos gerais do marketing digital, como tráfego orgânico, branding, endomarketing e entre outros.

Como pôde perceber, tudo gira em torno de um tema comum: o marketing digital. Entretanto, você pode falar sobre diversos conteúdos relacionados.

3 – Direcionamento da sua audiência

Quando você produz algo sobre um determinado tema, obviamente você terá a audiência que se interessa por aquele tema.

Uma pessoa que se interessa sobre exercícios físicos e boa forma, certamente não irá se interessar sobre fast foods.

Por isto, quando pensar no que vai abordar o seu podcast, pense sempre na audiência que você pretende alcançar.

Porque você pode “garimpar” sua audiência determinando apenas o seu conteúdo.

4 – Acessibilidade

O legal dos podcasts é a sua acessibilidade. Um podcast precisa basicamente de uma conexão com a internet para ser executado. As vezes, nem isso, pois alguns podcasts permitem que você baixe os programas e os ouça depois.

Além disso, por ser um formato de áudio, o podcast pode facilmente ser consumido no automóvel durante o trajeto do trabalho para a casa. Tendo em vista que ele não precisa que o motorista utilize a sua visão.

Fora isso, ainda tem o fato de que os arquivos de áudio são menores. Dessa forma, o seu cliente pode baixar diversos episódios de um determinado podcast de uma vez.

5 – Custo x benefício

É claro que para produzir um podcast você terá que investir. Entretanto, o investimento é baixo, se considerarmos o quanto você pode ganhar em tráfego e, em alguns casos, até em publicidade.

Obviamente que quanto mais você fideliza a sua audiência, naturalmente o interesse de agências publicitárias e de algumas marcas também crescem.

Existem inclusive alguns smartphones que são capazes de fazer uma captura de áudio profissional. Claro que não é o mais indicado. Mas, nenhum piloto começa dirigindo uma Ferrari.

Portanto, o investimento não é um empecilho para que você comece a criar o seu podcast. Além das perspectivas de lucro serem boas em um médio a longo prazo.

6 – Podcasts vendem

Uma pesquisa feita pela Associação Brasileira de Podcasts, nos dão alguns números interessantes sobre a relação de consumo entre os ouvintes do podcast e seus anunciantes.

  • 63,5 % dos ouvintes afirmam já terem comprado produtos e serviços anunciados em podcasts.
  • Destes 63,5 %, 42% afirmaram terem comprado mais de uma vez.
  • E 21,5% afirmaram terem comprado duas vezes ou mais.

7 – Assiduidade

Os ouvintes de podcasts têm uma coisa em comum entre todos eles: A assiduidade.

Como já dissemos: é muito fácil acessar um podcast. Esta facilidade de acesso somada ao conteúdo, dirigido especificamente pra um público, acaba por fidelizar a audiência.

A pessoa que tem  hábito de ouvir determinado podcasts, a maioria das vezes não faz isso casualmente, e sim com uma certa frequência.

Esta mesma pesquisa feita pela Associação Brasileira de Podcasts, em parceria com a CBN, nos informam os seguintes dados:

  • 51,1% dos ouvintes, ouvem todos os dias podcasts
  • 32,5 % dos ouvintes, ouvem de 2 a 3 vezes por semana.
  • 12,9 % dos ouvintes, ouvem de 1 a 2 vezes por semana.

Conclusão

O podcast é um novo tipo de mídia que vem ganhando espaço. E mais do que isso: vem abocanhando uma boa fatia do mercado publicitário.

Implementar um podcast em sua estratégia de vendas, ou mesmo para obter tráfego orgânico, se mostra uma saída inteligente.

Além disso, a relação custo x benefício é uma das melhores que se possa imaginar.

Por isto, se você ainda não possui ou não tem o hábito de ouvir podcasts, chegou a hora de entender melhor como funciona este tipo de mídia e investir nela.

Mas antes dá uma passadinha nos comentários e nos diga o que achou deste post.

Artigos relacionados