Pular para o conteúdo

Todos os dias somos bombardeados de informações, seja pela internet, televisão, ou mesmo em outdoors quando caminhamos pelas ruas.

No entanto, o que a maioria de nós não sabe é que existem estratégias de vendas que nos são passadas como informações. E estas estratégias acabam por aumentar as Taxas de Conversão.

Vamos entender um pouco mais sobre como se dá esse processo. Porém, para isso, teremos que saber o que é e como criar um Advetorial que gere conversões.

O que é um Advetorial?

Advetorial são peças publicitárias em forma de matérias jornalísticas. Resumidamente, é uma propaganda “disfarçada” de uma reportagem.

Geralmente estes anúncios estão inseridos dentro de uma reportagem. Sabe quando você está lendo uma matéria e logo embaixo vem uma outra matéria escrita: “Você não vai acreditar como fulano de tal perdeu tantos quilos em um mês.”

Pois é, isto é um Advetorial. Mas caso você não tenha visto nenhum, ou não se recorde, não se preocupe. Dê uma olhada no exemplo abaixo retirado do site da Globo.com.

Estas reportagens, na verdade vão te direcionar, ou para uma Landing Page, ou diretamente para uma peça publicitária que te incite a tomar uma ação.

Se você notar, a página em questão fala de celebridades. Logo aparecem dois advetoriais sobre celebridades. A chance do usuário consumir este anúncio é bem maior, pois ele já se demonstrou interessado pelo tema.

As Principais Características de um Advetorial

Agora que você já sabe o que é um Advetorial, é importante que você saiba suas principais características. Por isso, preparamos um infográfico para facilitar o entendimento.

Dicas para Produtores e Afiliados fazerem o melhor Advertorial possível

Outras dicas para acrescentar no conteúdo do seu Advetorial

Chamada para a ação

Conhecida também como call to action, ou CTA. O seu Advetorial deve ter um propósito. E para alcançar este propósito você deve “chamar” o usuário para tomar a ação que dele se espera.

Se no caso for a venda de um produto, insira um CTA do tipo “adquira agora” ou “não perca esta oportunidade”. É importante que o usuário já tenha entendido que há a necessidade de se tomar esta ação.

No entanto, isto você só vai conseguir com um Advetorial bem trabalhado.

Conte histórias

Diga sobre como o seu produto ou serviço surgiu, a maneira que ele vem modificando para melhorar a vida de que o utiliza. Isso é o que denominamos no marketing de Storytelling, ou seja: uma forma de contar histórias de maneira que elas sejam relevantes para quem as lê.

Porém, antes de contar histórias para o usuário, é importante que você tenha bem definido a persona.Com a persona definida, fica mais fácil saber a forma de linguagem que você deve utilizar na sua Storytelling, por exemplo. A simples diferença entre a faixa etária do seu potencial consumidor pode modificar toda a maneira de se comunicar com ele.

Onde anunciar com Advetoriais?

Existem plataformas específicas para divulgação de Advetoriais. As principais são o Taboola e o Outbrain. Caso você não conheça bem elas, não se preocupem, já fizemos um post ensinando como usar elas em sua estratégia de marketing.

Estes formatos de anúncio são denominados de Native ADS. Isso significa que os anúncios não prejudicam a experiência do usuário durante a navegação, ou seja, são anúncios nativos.

Essas plataformas possuem parceria com os principais sites e portais de notícia. Portanto, é garantido que seu Advetorial será publicado em sites que possuem grande tráfego.

O sucesso do Advertorial no Marketing Digital está justamente nisso: onde há significância para o usuário.

Qual modelo deve ser o meu Advertorial?

Embora haja inúmeros Advertoriais no mercado, não é recomendado utilizar os modelos já existentes. Pode parecer tentador, no entanto, acaba sendo mais do mesmo.

Ter uma identidade visual ajuda muito na criação do seu Advertorial. Isso faz com que o usuário identifique logo quem está “falando” com ele.

Crie o seu Advertorial conforme a sua necessidade e o tipo de produto ou serviço que você comercializa.Saber como fazer é a melhor estratégia quando se trata de Advertoriais.

O segredo é pensar como se você fosse o usuário. Se faça a seguintes perguntas: Qual tipo de chamada atrairia minha atenção para o produto que comercializo? Se eu estivesse lendo uma reportagem, qual conteúdo me convenceria a me decidir pela compra?

É pensando como se você fosse o usuário que você vai conseguir atender as necessidades dele e produzir um Advetorial de sucesso.

Por que eu devo utilizar advertoriais?

São inúmeras as formas de promover produtos e serviços na Internet: e-mail marketing, campanha em redes sociais, Google e etc.

Porém, o que os Advertoriais têm que estas outras formas de divulgação não têm?

A resposta é simples: as pessoas se interessam muito mais por este formato.

Pense quantas vezes você ignorou anúncios no Facebook, ou às vezes até denunciou algum por ser repetitivo. Isto ocorre porque é o tipo de publicidade que tem resultado. Entretanto, ela atrapalha a sua experiência de navegação.

Os advertoriais preenchem esta lacuna: dão ao usuário aquilo que ele já se mostrou interessado em ver.

Se eu estou lendo uma reportagem sobre dietas saudáveis, é muito provável que eu clique em um Advertorial com o título: “Veja como fulano perdeu 15 kg em um mês”.

Basicamente é isto: o Advertorial funciona! Não que os outros métodos não funcionem, mas é comprovado que os Advertoriais são os anúncios que mais geram tráfego entre todas as outras formas de se adquirir.

Conclusão:

Existem inúmeras formas de promover um produto ou serviço na internet. Cada uma com sua peculiaridade. Cabe a você decidir qual você julga mais estratégica para o seu negócio.

Os advertoriais têm a vantagem de já estarem inseridos dentro do interesse do usuário. E este é o seu grande trunfo diante das demais formas de divulgação.

Agora que você já conhece mais sobre Advertorial, dê uma lida nos textos complementares que estão neste post.

Aproveite para deixar um comentário sobre o que você achou da nossa matéria.

Artigos relacionados