Pular para o conteúdo

O Marketing de Conteúdo é certamente uma das formas mais eficiente de se fidelizar a audiência. Os blogs contam hoje em dia com diversos tipos de formas de conteúdo. Sejam eles posts, infográficos, pesquisas, etc.

Mas como a internet se reinventa a cada dia, não é difícil ver novos formatos de conteúdo para os blogs.

Neste panorama surgiram os blogs como uma forma incrível de divulgar o conteúdo e fidelizar a audiência. Saber o que é podcast e como utilizá-lo no conteúdo do seu blog, pode ser um diferencial entre você a sua concorrência.

O que é podcast?

Você certamente já ouviu diversos programas de rádio ao longo da sua vida. O podcast é nada mais nada menos do que um programas de rádio, gravado para a internet.

O grande diferencial é que você pode ouvi-lo a hora que você quiser e onde quiser. A variedade dos conteúdos dos podcast’s é outro fator que o diferencia dos programas tradicionais de rádio.

Em uma definição mais técnica, os podcasts são compartilhados por meio de um feed RSS. A princípio os podcasts poderiam ser ouvidos somente online. Ou baixados no seu celular para quando estiver offline ou para não consumir seu plano de dados.

Alguns números sobre a utilização do podcast

Pesquisa  do Ibope e do instituto americano eMarketer nos dão alguns números sobre os podcasts no brasil e no Estados Unidos.

No Brasil

  • 40% dos internautas já ouviram algum tipo de podcast.
  • 19% dos usuários de internet ouvem podcasts regularmente.
  • 32% dos usuários não conhecem este tipo de mídia, o que dá uma imensa margem de crescimento.
  • Entre os ouvintes fiéis, 19% deles ouvem via smartphone.

Nos Estados Unidos

  • Anúncios publicitários para podcasts vão crescer 110% até 2020.
  • Isso dá em média U$$ 659 milhões.
  • 76,4 milhões de usuários da internet ouvem podcasts diariamente.
  • O The New York Times elevou 19% da sua receita só com podcasts.

As vantagens de se ter um podcast em seu blog

A democratização da informação e as possibilidades de oferecer conveniências às pessoas é um caminho sem volta. Até pouco tempo atrás, para se assistir um filme tinha que alugar em uma locadora e devolver no outro dia. No entanto, veio a Netflix e ofereceu a comodidade de assistir a hora que quiser, o filme que te interessar e a um custo fixo.

O mesmo processo ocorre com relação aos podcasts e os programas de rádio. Antes, se você se interessasse pela vida dos famosos, tinha que esperar aquele programa de rádio que abordava esta temática. Muitas vezes no momento do programa você estava exercendo outras atividades e não podia parar o que estava fazendo para ouvi-lo. Isso sem contar as propagandas, que vez por outa acabava te tirando do foco principal e você acabava mudando de estação.

A principal vantagem do podcast é a conveniência: você pode ouvir aquele conteúdo a hora que quiser , e de onde parou, para isso precisa apenas ter uma conexão com a internet. Aliás, às vezes nem isto. Alguns podcasts podem ser baixados em formato mp3 para você ouvir quando achar mais conveniente.

Os podcasts como forma de conteúdo

Todo podcast aborda um tipo de conteúdo. Como dizemos anteriormente: o podcast é como se fosse um programa de rádio. Obviamente ele têm a obrigação de falar sobre algo.

É aí que entra o X da questão: qual vai ser o conteúdo do meu podcasts? O ideal é que você não produza mais do mesmo. Se o seu blog fala sobre moda, não é recomendável que seu podcast seja simplesmente uma generalização do tema.

Busque especialistas para gravar, pessoas que reconhecidamente dominam o tema. Pode parecer difícil ter acesso a elas, mas não é. Pense nisso como uma moeda de troca: ela dará o seu conhecimento e em troca você aumentará a notoriedade dela.

O que preciso para começar o meu podcast

Como vc já sabe, o podcast é um formato de áudio. Portanto, obviamente você precisará investir em equipamentos que visem captar um áudio de qualidade. A boa notícia é que você não precisa de nada espetacular. Dá pra começar um podcast com pouco investimento. Mas também não é simplesmente ligar um gravador e sair falando.

Vamos listar algumas coisas que você precisa ter e saber antes de iniciar o seu.

1 – Escreva um roteiro

Acredito que quando você começa a escrever um post pro seu blog, você pensa antes no roteiro do que vai dizer. E se você não faz isto, está na hora de começar a fazer. Os podcasts têm que ter um roteiro. Não é opcional.

Portanto, pense no que você vai dizer, no tema que será abordado, nas pessoas que participarão do seu podcast.

Se você vai falar sobre alimentação vegetariana, por exemplo. Pense em quanto tempo vai falar sobre as leguminosas, as vitaminas que elas têm. Depois pense nas verduras, quais são as melhores para determinada época. Se há a possibilidade de se criar uma horta caseira.

2 – Equipamentos para gravação.

como dissemos anteriormente: um podcasts não precisa de muito investimento. Entretanto isto não significa que ele não vá precisar de nenhum equipamento. É necessário que o áudio seja limpo, que a captação das vozes seja bem feita. Que não haja a gravação da respiração junto com a fala.

Existem diversos equipamentos que podem ser utilizados na gravação de um podcast. Separei este post que achei bastante interessante e aborda o tema.

3  – Escolha o ambiente adequado para a gravação

É importante que o local onde ocorra as gravações do podcast não conte com nenhum tipo de ruído externo que possa atrapalhar. Não pega bem gravar um podcasts em lugar aberto e ao fundo ficar registrando a mãe gritando pro menino não atravessar a rua.

Pense no cômodo mais isolado da sua casa ou empresa. Se preciso for, coloque avisos nas paredes e também avise as pessoas pessoalmente que haverá uma gravação ali. Evite toda forma de interrupção possível. principalmente se a transmissão do seu podcast for ao vivo e não tiver tempo hábil para edições.

4 – Treinamento vocal.

Existem diversas formas de se treinar e aquecer a voz. Procure na internet como fazer isto e foque. Há também especialistas como os fonoaudiólogos que podem te ajudar consideravelmente. Não há nada mais desagradável do que uma voz extremamente desagradável falando sem parar no nosso ouvido.

Se não for possível, escolha alguém da sua equipe que tenha uma voz melhor para apresentar o podcast. Você pode entrar pontualmente durante a transmissão para comentar algo. Mas não insista em apresentar se nem com treinamentos sua voz ficar boa.

5 – Publicação do podcast

Após estar tudo certo, chega a hora de publicar seu podcast. Existem diversas plataformas para áudio que podem fazer isso.

A principal delas é a Soundcloud que permite que você hospede seu podcast nela bem como fique disponível em seu sistemas de buscas.

Já o Spotify é a ferramenta de streaming de áudio que maioria dos ouvintes de podcasts utilizam. No entanto, ele permite somente deixar ele acessível para buscas, o que faz em minutos. Mas para hospedar você tem que contratar uma empresa parceira.

6 – Divulgação

Bom, se você leu este post até aqui é por que você provavelmente tem um blog. Utilize ele para divulgar a criação do seu podcast. Coloque chamadas nos posts avisando que em breve você irá inaugurar uma seção de podcasts, e também o primeiro tema que será abordado.

Capriche nos convidados, tema e roteiro da sua primeira publicação em formato podcast.

Utilize também as formas de anúncios e tráfego pago para que mais pessoas sejam impactadas pelo lançamento do seu podcast.

Conclusão

Os números citados neste post falam por si só. O podcast é uma realidade que deu muito certo, e inclusive foi capaz de aumentar a receita de gigantes da comunicação, como o The New York Times.

Imagina então o que ele pode fazer pelo seu blog?

Agora que você leu este post, tire as ideias da cabeça e coloque em prática. Mas antes dê uma passadinha nos comentários e diga o que achou.

 

 

 

 

 

 

 

 

Artigos relacionados