Pular para o conteúdo

Entender como funciona o Google Alerts pode te ajudar a ter insights e informações importantes sobre o seu nicho de atuação, o seu negócio, seus concorrentes e até mesmo sobre a sua marca.

Se você pesquisa constantemente por um assunto ou termo específico, o Google Alerts pode ser um diferencial que irá te ajudar no dia a dia.

Mas como isso funciona?

Ele te avisa sempre que um termo for citado e indexado no Google sem pagar um centavo por isso.

Achou interessante e quer saber mais sobre o Google Alerts?

Venha conferir.

Como funciona o Google Alerts

Como funciona o Google Alerts e porque usar no seu negócio

O Google Alerts é o serviço do Google que, desde 2003, disponibiliza no seu e-mail as informações sobre a palavra-chave, ou as palavras-chave que você escolheu receber.

Dessa forma, você terá uma pesquisa feita, com o assunto escolhido, sem se dar ao trabalho de fazer a pesquisa em si.

Quem trabalha com marketing digital precisa estar atento a vários tipos de informações que podem impactar diretamente no seu negócio.

Seja uma atualização de plataforma ou informações sobre produtos concorrentes, é comum realizar buscas com grande frequência sobre termos relacionados ao seu negócio.

Existem ferramentas pagas que fazem esse tipo de “clipping”, porém, como sabemos, nem todo mundo tem tanto dinheiro assim para investir em qualquer ferramenta.

Dessa forma, ninguém melhor que o próprio Google para facilitar a vida do seu usuário que precisa realizar pesquisas frequentemente sobre assuntos de seu interesse.

Imagine receber em seu e-mail um alerta sempre que um termo ou palavra-chave definida por você for indexada no Google? Pode parecer uma facilidade que só existe em ferramentas pagas, mas o Google oferece isso de forma gratuita.

O Google Alerts é uma ferramenta poderosa que o Google disponibiliza para seus usuários e, mesmo assim, muitas pessoas ainda não conhecem esse serviço ou não sabem do que se trata.

Por que usar o Google Alerts no seu negócio

Quem trabalha com a venda de produtos físicos ou digitais, sabe da importância de monitorar constantemente o que os consumidores falam a respeito de suas experiências com esses produtos.

Sabemos que qualquer consumidor hoje tem o poder de se tornar um produtor de conteúdo, seja em vídeo, texto ou até mesmo em seus próprios perfis em redes sociais.

Esse tipo de monitoramento não se restringe apenas ao que os seus consumidores falam, mas também ao que os concorrentes estão fazendo no mesmo mercado.

Lançaram alguma novidade? O produto tem uma nova versão? Houve um aumento de citações por parte dos consumidores?

Todas essas informações podem gerar insights importantes para o seu negócio. Dessa forma, o Google Alerts surge como um importante aliado.

Através dele, você pode criar alertas personalizados para cada uma dessas informações.

Por exemplo:

  • alertas para o nome da sua marca ou produto;
  • alertas para o nome das marcas ou produtos concorrentes;
  • alertas para assuntos relacionados ao seu nicho de mercado;
  • alertas para novas ferramentas de marketing digital;

Outra dica é criar alertas a fim de receber novas informações para gerar material para novos trabalhos (posts para o blog, por exemplo).

Como criar um alerta do Google

O Google Alerts tem uma interface extremamente simples, e com poucos cliques você já poderá contar com boletins diários dos termos definidos por você.

Para criar os seus alertas, basta seguir os passos abaixo.

Com sua conta logada, acesse esse link e você estará na página do Google Alerts.

Como Funciona o Google Alerts

Digitando o assunto do alerta que você está querendo criar, irá aparecer o botão de “criar alerta” e o de “mostrar opções“.

Dica: Ao escrever o assunto do alerta que deseja criar, coloque a frase ou a palavra entre aspas. Isso lhe dará uma pesquisa mais precisa sobre o assunto.

Continuando, ao clicar em mostrar opções, você terá acesso a vários filtros como de frequência, fontes, região, entre outros.

Vamos explicar cada um para que não fiquem dúvidas.

Frequência

Aqui você definirá quantas vezes pretende receber o alerta, tendo a opção de ser quando disponível, uma vez por dia ou uma vez por semana.

Fontes

Nesta opção você escolherá de qual fonte virá o seu conteúdo. Como, por exemplo, de blogs, notícias, vídeos, entre outros.

Idioma 

Como o nome já diz, é de qual idioma você quer receber o assunto.

Região

De qual país será o conteúdo do seu alerta do Google.

Quantos

Você poderá filtrar se quer receber apenas os melhores resultados da palavra, ou frase escolhida, ou se quer receber todo o conteúdo sobre.

Enviar para

E para finalizar, você escolherá para quem irá esse conteúdo.

Digamos que será para você. Basta selecionar a opção que fornece seu e-mail (se estiver logado ele irá aparecer para você como opção de envio) e pronto.

Após fazer todas as mudanças necessárias, você pode clicar em criar alerta.

Você recebe uma prévia de como receberá o conteúdo no seu e-mail, na mesma página.

Conclusão

Estar bem informado nunca é demais, principalmente quando essas informações podem ajudar a decolar o seu negócio.

Empreendedores que estão começando agora dificilmente tem verba para investir em ferramentas mais completas e robustas disponíveis no mercado.

Felizmente, uma das grandes vantagens da internet é que sempre existe uma alternativa gratuita para quem está começando. Melhor ainda quando é algo desenvolvido pela gigante das buscas.

Como sempre, o Google nos oferece um serviço gratuito e de qualidade para facilitar o processo de receber informações sobre termos do nosso interesse.

Agora, sabendo como funciona o Google Alerts e com os conhecimentos que você possui de mercado, você pode atrair muito mais pessoas para seus canais de comunicação.

Você já utiliza o Google Alerts?

O que acha desse serviço do Google? Conte para nós nos comentários.

Artigos relacionados