Pular para o conteúdo

Vender é o objetivo de todas as pessoas que tem um empreendimento. Entretanto, elaborar uma estratégia de marketing mais precisa, pode te ajudar a lucrar mais e ainda reduzir os gastos.

Uma estratégia valiosa é saber como criar a persona para o seu produto.

Mas afinal, qual a diferença de persona para Público Alvo? Como criar a persona para o seu produto?

Esse post vai te ajudar a responder estas perguntas. Vamos lá?

Diferença entre Persona e Público Alvo

Antes de você iniciar o seu empreendimento digital, a primeira coisa que você certamente fez foi definir o seu público alvo.

O público alvo nada mais é do que um grupo de pessoas que você acredita que possa vir a se interessar pelo seu produto.

Sendo assim, é uma visão mais generalista sobre quem você definiu que tem mais sinergia com seu produto ou serviço.

Suponhamos que você produza ou divulgue um creme antirrugas, por exemplo.

Neste caso você pode definir o seu Público Alvo da seguinte forma:

  •  Mulheres acima dos 40 anos com curso superior, renda mensal de 6 salários mínimos e casada.

Portanto, veja que as características acima já são suficientes para traçar um perfil do seu possível cliente.

Porém, ele é muito generalista. Quantas Mulheres se encaixam no perfil acima? Certamente muitas.

Por isso, cada dia mais o Público Alvo vem perdendo espaço para a persona.

Entretanto, o Público Alvo ainda pode ser utilizado em algumas ocasiões.

Quando eu devo utilizar o Público Alvo?

Apesar de estar entrando em desuso por não reunir informações mais detalhadas do perfil do cliente. O Público Alvo ainda pode ser utilizado como uma ferramenta para o seu empreendimento.

Na fase de implementação de um projeto, as informações obtidas através do seu Público Alvo podem ser úteis.

Elas podem te ajudar a definir a faixa de preço do produto que você pretende fabricar ou promover, por exemplo.

Por reunir menos informações o público alvo demanda menos pesquisa consequentemente.

E isto acaba sendo um facilitador na fase de implementação de um determinado projeto.

O que é Persona?

Persona é um perfil semi fictício que visa retratar o seu cliente ideal.

Perceba que não se trata mais de se estabelecer um grupo de pessoas que tem potencial para ser seu cliente.

A Persona é o seu cliente. Aquela pessoa que possui muito mais características que indicam que ela vai consumir o que você produz ou promove.

Vamos ver como seria a persona do creme antirrugas citado  no primeiro exemplo.

  • Maria tem 45 anos, é advogada especialista em direito do consumidor e possui um escritório no centro de Belo Horizonte. Nas horas vagas gosta de se dedicar a atividades físicas. É casada com Marcelo há 15 anos. Possui hábitos alimentares saudáveis. Gasta em média R$ 500 por mês com cosmético e produtos relacionados ao cuidado pessoal. Sua preferência literária são os livros de autoajuda. Na internet gosta de acompanhar blog’s com dicas de moda. Viaja pelo menos 2 vezes ao ano.  

Olha como esse perfil é muito mais detalhista do que o do Público Alvo.

Isto ocorre por que ao traçar a Persona, o que você tem que buscar é o perfil de uma pessoa que é a ideal para você vender ou promover seus produtos.

Como criar a Persona para seu produto?

Existem diversas perguntas que você pode utilizar para criar a persona para seu produto.O ideal que você utilize de 10 a 30 perguntas para chegar a persona que você deseja.

Utilize as perguntas que digam respeito ao que você produz ou promove.

Se o seu produto é um creme antirrugas, é importante que você pergunte se essa pessoa tem o hábito de comprar cosméticos por exemplo.

Faça a associação que mais se encaixa ao perfil do cliente que você imagina ser o ideal para o seu negócio.

No entanto há perguntas que devem ser consideradas para qualquer tipo de persona que você pretende criar, são elas:

  • Qual a faixa etária?
  • O que essa pessoa mais consome na internet? Mídias sociais? Vídeos? Blog’s?
  • Qual o nível de instrução?
  • Qual a renda mensal?
  • Ela possui algum hábito de consumo que seja mais frequente?
  • Quais são as suas necessidades?
  • O que ela gosta de fazer nas horas vagas?
  • Como que o produto que produzo ou promovo pode ajudá-la?

Apenas com essas informações já é possível criar uma persona. Entretanto, quanto mais detalhes você conseguir é melhor.

Quando eu devo utilizar a Persona?

A Persona pode ser utilizada desde a fase de implementação do seu projeto quanto para estabelecer estratégias de vendas mais acertadas.

Vamos voltar mais uma vez a persona do creme antitrugas.

  • Maria tem 45 anos, é advogada especialista em direito do consumidor e possui um escritório no centro de Belo Horizonte. Nas horas  vagas gosta de se dedicar a atividades físicas. É casada com Marcelo há 15 anos. Possui hábitos alimentares saudáveis. Gasta em média R$ 500 por mês com cosmético e produtos relacionados ao cuidado pessoal. Sua preferência literária são os livros de auto ajuda. Na internet gosta de acompanhar blog’s com dicas de moda. Viaja pelo menos 2 vezes ao ano.  

Em posse dessas informações você pode direcionar um anúncio seu no Facebook para um público muito mais qualificado.

No exemplo citado, você pode anunciar em grupos de advogados especializados em Direito do Consumidor em Belo Horizonte. Ou usar algum termo que seja muito utilizado por advogados para chamar sua atenção e cria rum anúncio mais personalizado.

Veicular os anúncios em páginas voltadas para dietas e atividades físicas. Grupos de dicas de moda. E páginas relacionadas a turismo e viagens.

Agora que você já sabe o que é uma persona e como ela pode te ajudar a não ficar dando tiro pra todo lado na hora de vender, que tal criar a sua e começar a faturar mais com menos investimento?

Artigos relacionados