Pular para o conteúdo
Copywriting para anúncios de Facebook

Neste artigo vamos compartilhar algumas dicas de copywriting para anúncios de Facebook que farão as suas vendas decolarem.

Se mesmo com uma boa segmentação, personas desenhadas e boas imagens, os seus anúncios no Facebook ainda não estão convertendo, este artigo é para você.

Mas antes de compartilhar essas dicas, precisamos entender e recapitular algumas informações básicas em relação ao Facebook.

Apesar de o Facebook reduzir cada vez mais o alcance de suas publicações orgânicas, sua plataforma de anúncios ainda é uma das melhores maneiras de conseguir tráfego qualificado de pessoas dispostas a comprar seus produtos.

Se você é afiliado, sabe que o Facebook pode ser um grande aliado na hora de vender.

Com as opções de segmentações oferecidas pela plataforma é possível atingir suas personas de acordo com a localização, faixa etária, assuntos de interesse, renda salarial, profissão e muitas outras informações.

Ou seja, o Facebook oferece um nível muito aprimorado de detalhamento do perfil que receberá seus anúncios.

Além dessas opções, outra grande vantagem do Facebook são os formatos de anúncio. De imagens estáticas à vídeos, você pode atingir seu público através de vários tipos de mídias.

Principalmente se levarmos em conta que o mesmo anúncio pode ser exibido no Facebook e no Instagram, temos um potencial enorme para conversões.

Mas está faltando algo, certo? Um anúncio, por si só, não pode fazer muita coisa. É preciso ter uma mensagem poderosa.

Uma mensagem que prenda a atenção do seu público, em seguida desperte o interesse e o desejo pelo seu produto para, enfim, levá-lo a uma ação de compra.

Para um anúncio cumprir seu objetivo de converter uma venda, é preciso unir uma série de fatores, sendo o copywriting um dos mais importantes.

Este artigo vai ajudá-lo a escrever anúncios matadores.

Continue acompanhando.

O que é copywriting?

De maneira resumida, copywriting é o ato de escrever com o objetivo de gerar uma conversão.

Seja através de um anúncio, um post de blog, uma legenda de foto ou e-mail marketing.

O copy, apelido carinhoso, é uma técnica utilizada na promoção de um produto, um serviço ou até mesmo uma ideia ou pessoa.

Para isso, utiliza-se de uma construção elaborada para guiar o leitor à tomada de uma decisão de acordo com o seu objetivo: uma venda, um cadastro, um clique, uma chamada de telefone, dentre outros.

Um bom copywriting é capaz de transportar o leitor por uma jornada emocionante através do texto, de forma que, ao final, ele realize a ação desejada não por se sentir forçado, mas por ter sido convencido através da escolha certa de palavras.

Quando se trata de anúncios, o copy ganha uma importância ainda maior.

Além disso, os anúncios oferecem poucos caracteres para passar a mensagem.

Dessa forma, tudo precisa ser muito claro, direto e inspirador ao mesmo tempo.

Mesmo em algumas plataformas que permitem anúncios com textos maiores, a concisão e objetividade ainda devem fazer parte do seu copy, como no caso do Facebook.

Copywriting para anúncios de Facebook

O Facebook hoje é uma das maiores plataformas de mídia do mundo, com mais de 2 bilhões de usuários.

Só no Brasil são quase 130 milhões de usuários ativos por mês. E milhares de anunciantes disputando a atenção dessas pessoas diariamente.

Com tanta concorrência assim, é fundamental que seus anúncios consigam chamar a atenção do seu público-alvo.

A melhor maneira de despertar a atenção é através de uma combinação de um bom copy com boas imagens.

Porém, antes de seguir as dicas deste artigo, é importante relembrar algumas questões em relação ao Facebook e marketing digital em geral.

Segmentação

Um anúncio bem escrito e com uma imagem chamativa não converterá se a segmentação estiver incorreta.

A melhor maneira de acertar em sua segmentação é conhecendo suas personas, suas dores e seus hábitos dentro do Facebook.

O Facebook permite segmentar seus anúncios de acordo com vários critérios.

  • faixa etária;
  • gênero;
  • localização (por CEP, cidades, estados e países);
  • interesses;
  • aspectos demográficos como renda familiar;
  • cargo ou profissão;
  • se possui filhos ou não;
  • de acordo com a faixa etária dos filhos;
  • status de relacionamento;
  • se viajam com frequência;
  • se acessam por celular;
  • qual o sistema operacional;

Ou seja, o Facebook te permite atingir públicos-alvo muito específicos na hora de anunciar e este pode ser o seu maior diferencial.

Ao conhecer suas personas e como atingí-las, você não corre o risco de desperdiçar tempo nem dinheiro investindo em anúncios que não convertem.

Estágio de compra

Outra observação importante para que seus anúncios tragam o retorno esperado é entender que nem todos os leitores do seu anúncio estão no mesmo estágio de compra.

Existem leitores que estão no estágio da descoberta de um produto. Por outro lado, existem aqueles que já estão no estágio de consideração e, por fim, aqueles que já estão decididos a efetuar a compra do seu produto.

Dessa forma, conheça seu funil de vendas.

Assim, quando estiver escrevendo os anúncios saberá exatamente quais os argumentos devem ser utilizados para levar o leitor a realizar uma ação.

imagem de funil de conversão

Copywriting para anúncios de Facebook

Agora que repassamos alguns dos principais conceitos de marketing digital, é hora de colocar a mão na massa e aprender a redigir anúncios matadores para o Facebook.

É importante testar várias opções de textos para compreender aquele que funciona melhor com suas personas.

Além disso, o Facebook oferece diversos formatos de anúncio e o copy deve ser adaptado para cada um deles.

Os textos de um anúncio em formato carrossel podem não funcionar em um anúncio de imagem única.

Em um anúncio de vídeo, o destaque deve ser justamente o próprio vídeo. Porém, seu copy deve despertar o interesse do usuário em assistí-lo.

Tente entender todos os formatos e suas características para conseguir aplicar as dicas de copywriting para anúncios de Facebook deste artigo de forma efetiva.

Seja chamativo

Você tem poucos caracteres para chamar a atenção do seu consumidor.

Além disso, você disputa a atenção dele com outros anúncios, posts de amigos, memes de gatinhos e várias outras distrações.

Como se destacar em meio a tantos elementos concorrentes?

Chamando a atenção do leitor.

Ser chamativo não quer dizer fazer algo extravagante.

Lembre-se que nos parágrafos acima dissemos que um bom copy tem o poder de influenciar o leitor a realizar uma ação.

No caso de um anúncio de Facebook, essa ação pode ser clicar em um link, assistir a um vídeo, preencher um formulário, dentre outras.

Existem alguns princípios de persuasão que podem ser usados em seu copywriting para anúncios de Facebook.

Um bastante usado é o da escassez.

Esse princípio gera um senso de urgência, de imediatismo, influenciando o cliente a tomar uma decisão.

Quando se trabalha como afiliado de produtos físicos, a escassez tende a ser chamativa.

Outro princípio que pode ser usado de forma chamativa em seus anúncios é o da prova social.

O ser humano é naturalmente influenciável pelas ações dos outros ao seu redor.

Você pode utilizar frases de outros clientes, mostrar o número de produtos vendidos e quantos deles tiveram seus problemas resolvidos. Porém, lembre-se sempre de levar o cliente a realizar uma ação.

Instigue curiosidade

Você provavelmente já clicou em algum link apenas pela curiosidade de descobrir o que a chamada prometia, certo?

A curiosidade é um dos princípios da persuasão mais utilizados por quem trabalha com técnicas de copywriting para Facebook.

Mas, como você já deve saber, o Facebook vem reduzindo gradativamente o alcance orgânico das publicações.

Essa é uma estratégia que tem como objetivo incentivar as marcas a investirem cada vez mais em mídia.

Para quem continua trabalhando com publicações orgânicas, a curiosidade tem sido uma grande aliada.

Os afiliados que investem em mídia tem uma grande oportunidade pela frente.

Você pode despertar a curiosidade do leitor através de várias maneiras.

Faça perguntas ou questionamentos, conte uma história cujo final só pode ser lido ao clicar no link, prometa uma surpresa.

Lembre-se apenas de não prometer algo que não possa cumprir. Crie uma expectativa dentro da sua capacidade de correspondê-la ou superá-la.

Dessa forma, o leitor não ficará desapontado, o que pode influenciar diretamente deixando-o menos propenso a realizar uma conversão.

Conte uma história

Storytelling é um termo amplamente utilizado nos últimos anos por profissionais de várias áreas. Mas acredite: ele não é apenas mais um dos clichês do marketing digital.

Storytelling é a arte de contar histórias. Algo que pode ser aplicado em vários aspectos da vida, não somente naqueles relacionados à comunicação e marketing digital.

Hoje, os consumidores tem uma tendência maior a se engajarem com histórias ao invés de simples anúncios.

Uma história gera identificação, empatia e quebra algumas objeções que possam existir por parte do leitor.

Ao aplicar as técnicas de copywriting para anúncios de Facebook contando uma história, você tem muito mais chances de encantar suas personas, levando-as a realizar as ações que você espera com esse texto.

Conte histórias sobre outros clientes que tiveram suas dores solucionadas pelo seu produto.

Produtores e afiliados da Monetizze tem vários casos de pessoas que mudaram de vida através de seus produtos.

Se você acompanha esse mercado, já deve ter percebido que as landing pages dos maiores produtores e afiliados contam uma história que leva o leitor a realizar uma compra.

Histórias não precisam necessariamente de vários parágrafos. É possível contar uma história em duas linhas, desde que você conheça bem o seu público e o que eles esperam de seu produto.

Solucione a dor da persona

Não adianta nada dominar todas as técnicas de copywriting para anúncios de Facebook se, no final das contas, você não solucionar a dor da sua persona.

Lembre-se que um anúncio tem como objetivo realizar algum tipo de conversão. Você está investindo em mídia buscando o retorno sobre esse investimento.

Por isso é importante conhecer seu funil de vendas. Se você quer apenas contar uma história, pode trabalhar com outros fundamentos como o marketing de conteúdo.

O seu texto deve deixar claro que a solução apresentada no anúncio vai resolver o problema em questão.

Conhecendo sua persona a fundo e o estágio em que ela se encontra no funil, saberá exatamente o que ela busca e como seu produto pode ajudá-la

Não prometa apenas. Ofereça uma solução.

Call to Action

O call to action (ou CTA) é, talvez, a parte mais importante de um anúncio.

Depois de chamar a atenção do seu leitor, instigar a sua curiosidade através de uma história e a promessa de solução do seu problema, em seguida é hora de convidá-lo a realizar uma ação.

Você aplicou todas as técnicas de copywriting para anúncios de Facebook descritas no texto, mas para que a conversão seja realizada, é preciso instigar o leitor a clicar em seu anúncio.

O CTA é o toque final, o convite para que seu leitor conclua sua jornada descobrindo o desfecho do anúncio. Nessa hora é preciso caprichar.

Hoje o Facebook já oferece alguns botões prontos com Call to Actions direcionados para vários objetivos (vendas, reservas, informações, etc), o que te permite desenvolver melhor o copy de seu anúncio.

Conclusão

Se você chegou até a conclusão deste artigo, é sinal que passou por todas as dicas de copywriting para anúncios de Facebook.

Dessa forma, podemos resumir os aprendizados da seguinte maneira:

Primeiramente você desperta a atenção do seu público com um título ou uma frase chamativa. Em seguida, você desperta seu interesse através de uma história ou promessa que solucione sua dor. Enquanto isso, o leitor deseja saber o desfecho apresentado em seu texto. Por fim, você o convida para realizar alguma ação através de um poderoso call to action.

Porém, não basta apenas seguir as dicas de copywriting para anúncios de Facebook se você não estiver alinhado com as personas relevantes para o seu negócio.

Sendo assim, antes de pensar nos anúncios, veja para qual estágio do funil esse anúncio será direcionado e pense primeiro nas melhores segmentações que representam as características de suas personas.

Neste artigo tentamos abordar, de maneira geral, as dicas já testadas e aprovadas de copywriting para anúncios de Facebook.

Você pode testar todas as técnicas descritas aqui, observando as que mais funcionam para seus anúncios.

Afinal, não existe receita de bolo em marketing digital. É sempre uma questão de realizar testes e alterações que deixem copys cada vez mais eficazes.

Artigos relacionados