Pular para o conteúdo
Como usar o AIDA no Marketing de Afiliados?

Se você está no mercado digital há algum tempo, provavelmente entende que o seu cliente deve ser prioridade. Por isso, buscar estratégias que possam converter este cliente é a melhor maneira de ganhar dinheiro.

E foi pensando nisso que precisamos falar sobre o AIDA no Marketing de Afiliados, como uma estratégia de conversão.

Se você não conhece este termo, provavelmente deve estar se perguntando: o que é isso?

Calma! Vamos entender direito como funciona.

O que é o AIDA?

O AIDA é uma técnica de conversão de leads em clientes, que possui quatro pilares capazes de embasar toda a experiência do usuário.

Com estes pilares, é possível determinar a jornada que o lead percorrerá para que ele vire um cliente.

Como usar o AIDA no Marketing de Afiliados?

Vamos conhecer os quatro pilares e o que cada um deles representa:

1. Atração

A primeira fase da jornada é a atração. Neste instante, o consumidor se sente atraído pelo produto que você tem. Ou seja, ele provavelmente tomará a decisão de entender melhor sobre o produto, baseado na primeira impressão que ele teve.

Para que um consumidor sinta atração pelo seu produto, existem algumas técnicas eficazes.

Ele pode ter visto uma publicidade/anúncio do seu produto em alguma mídia. Ou ele pode ter visto em algum blog/site de confiança.

Existem outras formas de despertar a atração do seu cliente, mas basicamente você pode tentar fazer com que ele veja o seu produto de 2 formas: paga ou orgânica.

Nós temos dois posts que podem te ajudar a entender como funciona a estratégia de tráfego orgânico e de tráfego pago. Não perca a oportunidade de entender bem como fazer cada um deles.

Afinal, o seu lead precisa passar pelo momento de atração, para que depois ele chegue ao fundo do funil.

Mas mais do que isso, nesta etapa, a atração se encontra no layout da página também. Cores chamativas e um CTA que desperte a atenção do usuário, aliado com uma boa chamada, é interessante para que este cliente inicie no fluxo do AIDA.

2. Interesse

Neste momento o lead passa a se interessar pelo seu produto a ponto de procurar por informações sobre ele. Portanto, invista no SEO da sua página e faça com que ela seja bem rankeada nos mecanismos de busca.

Isso pode fazer com que o prospecto sinta confiança no que está sendo oferecido a ele.

Outra dica é deixar as informações da sua página de vendas de maneira clara e objetiva, mas sem esconder os detalhes descritivos do seu produto.

3. Desejo

Neste momento, você precisa cativar o desejo do seu lead. Apesar de parecer ser uma tarefa difícil, é possível de ser feita, pensando em estratégias básicas.

Você pode, por exemplo, colocar depoimento das pessoas que já compraram o seu produto, que o avaliam de forma positiva. Assim, o seu cliente pode sentir vontade de adquirir, ao ver que existem outras pessoas que ficaram satisfeitas.

Outra estratégia, é utilizar o gatilho de autoridade. Neste, você precisa apenas entender quem é autoridade no assunto proposto, utilizar a fala dela como especialista e recomendar o produto.

Dessa forma, o lead pode sentir desejo em adquirir por ver que um especialista recomendou.

4. Ação

Quando o lead está neste estágio, provavelmente já tomou a decisão e deseja comprar o seu produto.

Agora, tudo o que você precisa fazer é ajudá-lo a entender onde ele precisa clicar para ir no checkout e preencher com os dados, para efetivar a compra. Ou seja, você só precisa facilitar para o consumidor.

E como?

Simples! Basta deixar as informações claras e os botões de ação chamativos.

Pronto, agora você tem um cliente! 

 

Gostou das nossas dicas? Deixe nos comentários o que você achou sobre o AIDA e como você irá utilizá-lo para aumentar a sua conversão.

Artigos relacionados