Pular para o conteúdo

Será que ainda vale a pena criar um blog em pleno 2019?

Estamos a era do vídeo.

Do Youtube aos stories do Instagram, o conteúdo em vídeo tem se tornado cada vez mais popular.

Não apenas entre os usuários, mas principalmente entre aqueles que resolvem empreender online.

Porém, com toda a facilidade de se produzir e publicar vídeos, ainda vemos muitas pessoas investindo na produção de conteúdo para blogs.

Então, a resposta para a pergunta acima está neste texto.

Mas antes de respondermos, precisamos falar um pouco sobre a história dessa ferramenta e como chegamos até aqui.

Nos próximos parágrafos, você entenderá como e por que os blogs se tornaram tão relevantes para as estratégias de marketing digital.

Preparados para uma breve viagem no tempo? Então vamos lá.

Uma breve resumo sobre a história dos blogs

Quando os primeiros blogs surgiram por volta de 1997, talvez fosse difícil acreditar que tomariam a proporção e relevância que conquistaram a partir da segunda metade dos anos 2000.

No começo, os weblogs eram basicamente a representação de um diário virtual.

Os autores compartilhavam links interessantes, letras de músicas, falavam sobre os filmes que assistiam e, principalmente, sobre coisas do seu dia a dia.

Dessa forma, eles sempre foram encarados como uma mídia muito mais pessoal que comercial.

Essa noção de diário pessoal começou a mudar na segunda metade dos anos 2000, quando surgiram os blogs corporativos.

A princípio, se pudermos fazer um paralelo, eles também funcionavam como uma espécie de “diário” das empresas.

Serviam muito mais como ferramenta de relações públicas que de marketing.

Mas, à medida em que o topo da primeira página de resultados do Google se tornava um espaço disputado, as empresas perceberam que também era possível transformar seus blogs corporativos em ferramentas de marketing.

Com o tempo, os leitores se transformavam em consumidores, realizando a compra de algum produto, assinatura de serviço ou instalação de aplicativos.

Até então, o Marketing de Conteúdo já existia há anos em outros formatos.

Mas foi a partir de 2006, quando a empresa americana Hubspot criou o conceito de Inbound Marketing que os blogs passaram a ganhar ainda mais força como ferramenta de marketing digital.

blog afiliados

Blogs no marketing digital

Marketing digital é baseado em tráfego: atrair usuários que se tornarão clientes, seja comprando um produto em seu site, se cadastrando em cursos online, assinando serviços ou aplicativos.

Dentro do marketing digital, existe o Inbound Marketing, uma estratégia que tem como objetivo atrair pessoas para um site por meio de conteúdos personalizados, exclusivos e de qualidade.

Para criar esse tipo de conteúdo, desenha-se as personas, a jornada do cliente e o funil de vendas do seu site.

Com a definição das personas, a jornada de compra e o funil de vendas, o conteúdo do blog fica mais assertivo para sanar as dores do cliente.

Ao oferecer conteúdos de qualidade para cada um dos estágios do funil, o produtor/afiliado gera autoridade sobre o assunto, educa e informa o público e, com a ajuda dos dois itens anteriores, conquista a decisão de compra.

Você ainda deve estar se perguntando qual é o papel dos blogs nesse tipo de estratégia em 2019, certo?

A resposta é simples: mais de 100 bilhões de buscas são realizadas mensalmente no Google.

Sendo assim, o blog funciona como principal meio de aquisição de tráfego orgânico.

Com a produção de conteúdo de qualidade, uma boa estratégia de SEO e o entendimento de cada estágio do seu funil de vendas, seus blog posts serão a porta de entrada para os usuários.

Criando blogs no Marketing de Afiliados

De maneira geral, os blogs ainda tem muita lenha para queimar no marketing digital.

Para quem está começando no mercado de afiliados e não tem dinheiro para investir em tráfego pago, os blogs ajudam a construir audiência e autoridade no nicho de atuação escolhido.

No blog, o produtor/afiliado tem a oportunidade de gerar conteúdos voltados para cada etapa do seu funil de vendas.

Desde conteúdos de topo, que são mais abrangentes quanto à dor da persona, quanto conteúdos de fundo de funil, que levam diretamente à venda.

Existem outras formas de gerar tráfego orgânico como vídeos no Youtube além de perfis no Instagram e Facebook.

Mas nem todo mundo tem a desenvoltura para gerar conteúdo em vídeo.

Além disso, canais de aquisição diferentes ajudam a implementar a sua estratégia de vendas.

Sendo assim, gerar conteúdo para blogs pode ser mais um dos caminhos pelos quais os afiliados podem percorrer em busca do aumento de conversões.

Ainda faz sentido criar um blog?

Se você leu este artigo até aqui, é hora de respondermos à pergunta do título.

Ainda faz sentido criar um blog em 2019?

Conforme abordamos nos parágrafos acima, o blog ainda é uma das principais ferramentas do marketing digital para atrair tráfego orgânico.

Além disso, o custo de manutenção desse canal é praticamente zero, o que potencializa o seu ROI.

O investimento, nesse caso, é de tempo para pesquisa e criatividade para elaborar os artigos que serão publicados.

Mas, como tudo na vida, existem os prós e os contras de se ter um blog atuando no marketing de afiliados.

Em alguns segmentos de mercado como saúde e beleza, a concorrência pelos primeiros resultados da página de busca do Google é muito maior que em outros.

As principais palavras-chaves desses segmentos são extremamente disputadas, o que dificulta para quem está chegando agora e ainda precisa construir toda a uma estratégia de SEO e link building.

Dessa forma, o ideal é identificar um nicho que ofereça maiores oportunidades, com um bom volume de pesquisas e investir na produção de conteúdo de qualidade.

Para concluir, a resposta é sim. Ainda faz sentido criar um blog em 2019.

Faz sentido dentro de uma estratégia de marketing digital funcionando em conjunto com outros canais de aquisição de tráfego orgânico.

Se você está chegando no mercado agora e não tem dinheiro para investir em tráfego pago, use e abuse dos blogs para gerar conteúdo.

Mantenha a frequência e a qualidade, trabalhe o seu SEO, produza conteúdo relevante para as suas personas e colha os resultados a médio e longo prazo.

E você, ainda mantém um blog? Conta pra gente nos comentários.

 

Artigos relacionados