Pular para o conteúdo
Páginas de vendas

Uma das estruturas mais importantes no marketing digital é a página de vendas. Ela é a porta de entrada para os seus possíveis clientes e, se bem estruturada sobre os quatro pilares básicos, ela pode ser a responsável pela maioria das vendas, fazendo toda a diferença na sua taxa de conversão

No mercado digital e em meio a concorrência, ter uma boa página de vendas é um grande diferencial de sucesso. Pensando nisso, criamos este artigo para te mostrar a importância dos quatro pilares básicos para criar uma página de vendas que converte mais e decole as suas vendas!

Continue a leitura e confira!

O que é uma página de vendas?

Antes de aprendermos sobre os quatro pilares essenciais da página de vendas, você precisa compreender o que é essa página.

Bom, a página de vendas é um dos pontos mais importantes no seu processo de vendas. Afinal, é nela que você exibe o seu produto ou serviço e desperta no cliente a necessidade de compra. 

Através dela você apresenta o seu produto, incluindo os seus benefícios, esclarece as possíveis dúvidas, quebra as objeções, mostra a transformação que ele promove e, claro, oferece as formas de pagamento, ofertas, bônus e muito mais.

A página de vendas é a última etapa antes do cliente finalmente realizar o pagamento e adquirir o produto. Por isso, ela é considerada um ponto importante, considerando que é ela que irá garantir a venda.

Por exemplo: digamos que o cliente se interessou pelo produto em questão, mas ainda possui dúvidas. É através do conteúdo da página de vendas que ele decidirá se deseja adquirir ou não o produto. Todas as dúvidas devem ser esclarecidas, além de quebrar o maior número possível de objeções.

Se a sua página de vendas não oferecer conteúdos relevantes para o consumidor, dificilmente a sua taxa de conversão será boa.

E por conteúdos relevantes, queremos dizer um bom título, uma boa oferta, vantagens, a transformação proporcionada, provas sociais, dentre outros.

Viu a importância de ter conhecimento sobre o assunto? E ainda existem outros fatores que provam a importância desta página de vendas.

Vamos conferir?

Por que investir em uma Página de Vendas?

Como já citamos, a página de vendas é uma das etapas mais importantes para garantir a venda do seu produto. Por ser a principal responsável pela conversão, já podemos classificá-la como um ponto crucial para os seus resultados.

Ter esse conhecimento antes de planejar a sua página de vendas vai te ajudar a produzir um conteúdo relevante e que gere valor para o cliente. Outro ponto importante é que ela permite que você ofereça mais detalhes dos produtos para o consumidor, assim como imagens e vídeos que contribuirão na tomada de decisão.

Lembra do funil de vendas? A página de vendas pode ser classificada como “fundo de funil”, estágio em que já separamos aqueles que realmente possuem interesse no seu produto daqueles que não vão efetuar a compra. Ou seja, ela te ajudará a completar esse processo do funil de vendas.

Além de todos esses pontos, existem formas de atrair o cliente a realizar a ação desejada através de estratégias em sua página de vendas.

Por exemplo, oferecendo um bônus caso aquela compra seja realizada de tal forma ou até determinada hora do dia. Ou se você vende um curso completo de como preparar carnes, que tal oferecer um bônus com dicas de molhos para acompanhar? Essas pequenas ações podem fazer toda a diferença para o consumidor final.

Portanto, investir em uma página de vendas trará todas essas vantagens para o seu negócio, se a sua estratégia for bem executada.

Quais os pontos mais importantes na hora de criar uma Página de Vendas?

Ao contrário da Página de Obrigado, a página de vendas não possui um limite de tamanho. Ela deve conter todo o conteúdo que você achar necessário para convencer o cliente a comprar o produto.

Também não será o tamanho que irá determinar se você vende mais ou menos. A sua página de vendas pode ser grande e cheia de informações e não vender tanto quanto a página de vendas do seu concorrente que é tão simples que não chega a ter rolagem.

Por isso, para obter resultados positivos, a sua página deve oferecer aquilo que o consumidor deseja, ou seja, informações úteis e bons argumentos de venda.

Os quatro pilares básicos da Página de vendas

Bom, como já sabemos, a página de vendas é onde se encontram todas as informações sobre o produto que você está vendendo. É através dela que o seu cliente irá decidir se vai ou não comprar o produto.

Sendo assim, se empenhe para fazer com que ele decida comprar, sem manifestar grandes objeções.

Para isso acontecer, você deve criar a sua página de vendas estruturada sobre quatro pilares básicos, porém indispensáveis, para alcançar o sucesso nas conversões.

1. Descrição completa do produto

Uma página de vendas sem a descrição do produto não é uma página de vendas. 

Quando a pessoa pensa em adquirir um produto, ela busca informações acerca dele. Por isso, é tão importante criar uma descrição completa.

Descrever detalhadamente para que serve o seu produto, no que ele irá ajudar, os seus benefícios e muito mais, fará a diferença na decisão de compra.

Aqui você não vai falar apenas do produto em si, mas das soluções que ele trará para a vida do consumidor. Afinal, ele precisa sentir que precisa do que você está oferecendo.

Pense como se você fosse o cliente. Quais as funcionalidades do produto? Qual a quantidade? Quais os diferenciais? Se a descrição responde a estas e outras perguntas, a chance de suas vendas alavancarem se tornam ainda maiores.

Entretanto, existem dois tipos diferentes de produtos que podem ser comercializados, são eles:

Produtos Digitais

Embora possa parecer óbvio para a maioria das pessoas que um e-book é um livro digital, para outras essa informação não é tão simples.

Quando pensamos em clientes que se encontram na terceira idade, há uma maior dificuldade em compreender que estão adquirindo um livro, mas que, no entanto, não chegará em sua residência.

Sendo assim, é importante que esta informação fique clara em sua página de vendas. Por isso, se você comercializa um produto digital, deixe a informação de forma clara na sua página de vendas.

Se você comercializa cursos online, o ideal é que esta informação também seja repassada, bem como estão divididos os módulos do curso e as aulas que integram os módulos, com um breve resumo ou uma ementa do conteúdo a ser ministrado.

Por exemplo: se o seu produto é um curso online, você pode descrever os módulos oferecidos como fazemos na página da Escola Monetizze:

Produtos Físicos

Um dos diferenciais da Monetizze é possibilitar a comercialização de produtos físicos. O cadastro destes produtos é diferenciado. Para saber mais informações você pode clicar aqui e entender como funciona o processo.

Entretanto, existem algumas informações indispensáveis para a sua página de vendas.

Por exemplo, especifique a quantidade correta do produto que está sendo adquirido pelo cliente. Reúna o máximo de informações possíveis sobre as suas funcionalidades e os resultados que ele proporciona.

Defina os prazos de envio, pois se você acredita que o produto pode ser entregue em 3 dias, é melhor informar que ele será entregue em 5. Assim, a chance de atraso é menor e se ele for entregue em 3 dias o consumidor ficará satisfeito por ocorrer antes do prazo prometido.

2. Canais de Atendimento

Oferecer uma ou mais formas de contato para o cliente é outro ponto importante que não pode faltar na sua página de vendas. Ter um canal de atendimento que funcione, é o que te diferencia dos seus concorrentes.

Mesmo com uma descrição completa do seu produto, pode ser que o cliente ainda tenha dúvidas. E uma dúvida não sanada, pode significar uma venda a menos.

Por isso, disponha sempre em sua página de vendas os canais de atendimento para que o cliente tenha a oportunidade de entrar em contato, antes de fechar a venda.

Assim, você pode esclarecer dúvidas e mostrar que está disposto a ajudar no que for necessário, oferecendo uma ótima experiência de atendimento ao cliente. Além de conseguir diminuir as taxas de reembolso, reverter casos de insatisfação e aumentar a sua taxa de recompra.

Os canais de atendimento podem ser vários, como: WhatsApp, telefone, e-mail, chat, etc.

Na Monetizze, você pode disponibilizar o seu contato para o cliente através do WhatsApp no Checkout. Se você ainda não conhece essa funcionalidade, chegou a hora de ficar por dentro!

Dessa forma, o cliente consegue ter um contato direto com você e, assim, tornar o processo de vendas mais eficiente. Além disso, o seu canal de atendimento pode ser utilizado também no pós-vendas.

Lembre-se que um dos principais motivos para que uma pessoa não compre pela  internet é o medo de ser uma fraude. Com um canal de atendimento você quebra essa objeção, além de ajudar a proporcionar uma melhor experiência ao comprador.

O bom atendimento fideliza clientes. E pensando em um negócio a longo prazo, você pode criar amantes da sua marca e divulgadores dela. Confira como melhorar o seu canal de atendimento!

3. Garantia

Outro fator importante para que o cliente compre o seu produto após ler todas as vantagens descritas na página de vendas, é a certeza de que ele terá uma garantia caso se arrependa da compra.

Trabalhe com uma garantia. Isso desperta o interesse do consumidor e o faz querer adquirir o produto, pois está assegurado.

Por isso, toda página de vendas deve conter a garantia e os termos em que ela será aplicada. 

Essa exigência foge das boas práticas e se torna uma medida legal. No artigo 6 do Código de Defesa do Consumidor, consta que é direito do consumidor “a informação adequada e clara sobre a garantia”.

Além disso, ele assegura o consumidor de desistir de uma compra nos primeiros 7 dias após o seu recebimento. Entretanto, muitos produtores trabalham com prazos além destes 7 dias.

A informação de garantia gera credibilidade e segurança ao consumidor. Por isso, se você realmente confia no que está vendendo, pense em aumentar o seu prazo de garantia.

Prazos de garantia maiores tendem a converter mais vendas, na medida que o cliente se sente muito mais seguro. Portanto, insira esta informação na sua página de vendas, de preferência uma arte que ilustre o prazo de garantia.

4. Checkout

Uma página de vendas sem o checkout, é o mesmo que uma página de vendas morta. 

É o checkout que encaminha o usuário para o preenchimento dos dados e o processamento da compra.

Portanto, não possuir um botão que encaminhe para o checkout, é o mesmo que não ter como concluir a venda.

Coloque sempre o link do seu checkout no botão que leve o usuário a efetivação da compra. Pode ser ele: “compre agora”, “adquira já o seu”, “obtenha esta oferta”, etc.

A Monetizze possui um dos checkouts que mais convertem no mercado. Para mais informações de como configurá-lo da melhor forma, você pode acessar a nossa Central de Ajuda

Outros elementos importantes da página de vendas

Bom, agora que você já sabe os pilares básicos para a sua página de vendas, confira outros elementos que podem ajudar a torná-la uma página que converte!

Trabalhe bem o título

Você já se interessou por algum conteúdo, seja em vídeo, texto, entre outros, devido ao título? Com certeza, né? Afinal, o título é o primeiro contato que temos com esse conteúdo e ele deve despertar a curiosidade e o interesse no leitor.

Por isso, ele é fundamental para a sua página de vendas. Se o seu cliente não se prender ao título, você já perdeu uma oportunidade de venda.

Para que o consumidor continue no processo do funil de vendas, dedique o tempo que for necessário ao seu título. Além disso, o seu conteúdo e o produto devem entregar exatamente o que foi prometido nesse título.

Por exemplo, se você promete um método para sair do zero até o faturamento de 6 dígitos através de vendas pela internet, esse método tem que realmente fazer isso.

Dica: lembre-se de trabalhar as emoções no seu conteúdo, inclusive no título.

Utilize depoimentos de clientes

Se você já realizou vendas do produto em questão, oferecer depoimentos de clientes satisfeitos na sua página de vendas será um ótimo atrativo. 

Você já ouviu falar do marketing boca a boca, não é? O consumidor costuma acreditar mais no que outras pessoas têm a dizer sobre determinada compra do que a empresa, o produtor ou o afiliado. E com razão, afinal elas se sentem mais confortáveis ouvindo aqueles que já tiveram certa experiência com o produto.

Você pode trabalhar com texto, áudio, vídeo ou o que for viável no momento, assim causará um bom impacto no seu leitor. Voltando ao exemplo da Escola Monetizze, veja só o que nossos alunos dizem sobre:

Escola Monetizze

Preço e formas de pagamento

Falar sobre preço e formas de pagamento é um ponto importante, mas só deve ser informado após ter apresentado o produto, os seus benefícios e o motivo que irá convencer o cliente de que aquela compra é necessária.

Essa é uma estratégia ligada ao copywriting, que te ajudará a obter melhores resultados.

Se você coloca o preço no topo de sua página de vendas, isso pode acabar assustando o consumidor. Como ele ainda não leu a descrição do produto, ele pode desistir da compra antes mesmo de ter conhecimento sobre.

Por isso, informe o preço e a forma de pagamento na sua página de vendas, mas não antes de passar todas as informações do produto.

Use o CTA – Call to Action

O CTA é a chamada para a ação. O intuito é usar essa abordagem para levar o seu cliente a realizar a venda, indo para a página do checkout.

Geralmente, ele aparece no formato de um botão, onde você insere um texto chamando para a realização da compra. Você pode ver um exemplo na página da nossa Escola:

Escola Monetizze

Contador regressivo

O contador regressivo é muito utilizado em períodos sazonais, como a Black Friday, Dia do Consumidor, entre outros, por ser uma forma de mostrar ao cliente o tempo disponível para aproveitar uma oferta.

Por exemplo: se o seu produto está em lançamento você pode inserir o contador regressivo para uma oferta especial nas primeiras horas, dias ou qualquer outra opção que você queira oferecer.

O objetivo é despertar urgência e escassez no cliente, fazendo com que ele precise agilizar a tomada de decisão. Assim, ele acaba deixando a ideia de realizar a compra outra hora e irá querer realizar o quanto antes para não perder a oferta.

Na Monetizze é possível selecionar essa opção na hora de configurar o seu Checkout, e ensinamos como fazer essa configuração na nossa Central de Ajuda. Bora conferir essa e mais outras funcionalidades do Checkout?

Quais palavras não usar na página de vendas?

Ao criar uma página de vendas, é importante se atentar aos descuidos que podem ocorrer em relação ao conteúdo, como o uso de palavras inadequadas que reforçam a intenção de compra.

Na Monetizze, temos uma relação de palavras que não podem ser atribuídas aos produtos e nem mencionadas nas páginas de vendas dos nossos produtores e afiliados.

A seguir falaremos quais são e porque elas constam no nosso Termo de Uso como terminologias proibidas.

Palavras com associação à cura

É vetado o uso de palavras que tenham conotação de cura, como:

  • cura Natural;
  • poder curativo;
  • curandeiro;
  • milagre;
  • milagroso;
  • milagreiro.

Entendemos que esses termos podem gerar um sentimento de expectativa no consumidor e, posteriormente, uma grande frustração caso não seja alcançado o resultado desejado.

Além disso, nos atentamos em manter a auto responsabilidade de não compactuar com propagandas e promessas enganosas, principalmente quando se trata da saúde e bem-estar do consumidor.

Palavras associadas à medicamentos

As palavras que possam, de alguma forma, indicar a comercialização de medicamentos, também são proibidas. Segue alguns exemplos:

  • remédio;
  • remédio natural;
  • remédio caseiro;
  • remédio alternativo;
  • medicamento caseiro;
  • medicamento natural;
  • medicamento alternativo.

Conforme a lei, a distribuição de medicamentos está autorizada somente à farmácias e drogarias, devido à sua natureza, como também em postos e unidades de saúde.

Além disso, os medicamentos sujeitos à prescrição podem ser comercializados somente mediante apresentação de receita médica.

Por isso, a Monetizze reserva o direito de não aceitar produtos que contenham essa nomenclatura.

Outras terminologias proibidas

  • Covid-19;
  • Coronavírus.

Uma dica para evitar o uso dessas palavras é pensar em termos que as substitua. Por exemplo, ao invés de fazer uma promessa de cura, você pode dizer que o seu produto auxilia no tratamento de saúde. Você pode usar plataformas como a sinonimos.com.br para encontrar palavras e termos que podem te ajudar nessa missão.

Outra dica importante é escrever utilizando as estratégias de copy, como mencionamos acima. Dessa forma, você pode aumentar a sua lista de argumentos, além de usar as palavras a seu favor.

Página de vendas responsiva

Você sabe o que significa uma página de vendas em versão mobile?

Talvez você não conheça essa palavra, mas com certeza já acessou diversos sites nesse formato.

Todo mundo tem um celular hoje em dia e esses aparelhos estão sendo inseridos nas vidas das pessoas cada vez mais cedo. Para oferecer uma melhor navegação para o usuário, surgiu o formato mobile.

O que é o mobile?

Mobile em português significa móvel. E quando falamos de página de vendas mobile, estamos falando daquelas que possuem adaptação para serem acessadas através de dispositivos como celular, tablet e demais opções.

Ter uma página em formato mobile não significa apenas acessar um site pelo celular. Pois, para isso, existem vários detalhes que devem ser considerados como a velocidade da página, o layout próprio para aquele dispositivo e até mesmo o tamanho das imagens que estarão nesta página.

Para ter um canal de vendas adequado nessa plataforma, é preciso estar atento a esses pontos. Por isso, separamos algumas dicas para você construir uma página de vendas responsiva.

1. Em vez de criar, adapte uma página já existente

Você não precisa criar do zero a sua página, basta adaptar uma página de vendas já existente.

Assim, você não precisa descartar, mas adaptá-la para o modelo responsivo. Para isso, você pode buscar ferramentas de criação de design responsivo ou contratar um profissional de design e desenvolvimento que vai cuidar bem desse assunto.

2. Velocidade de carregamento da página

Se a sua página de vendas demora para carregar em um aparelho celular, isso será um grande problema para os seus negócios.

As pessoas estão cada vez mais impacientes e buscando otimizar o seu tempo. Alguns segundos podem fazer toda a diferença na decisão de compra do consumidor, continuando ou não naquele site.

Portanto, adapte a sua página para que o usuário tenha uma velocidade de carregamento adequada, que é “o mais rápido possível”. Lembrando ser importante manter a qualidade do site ao otimizá-lo para um carregamento mais rápido.

3. Escolha imagens leves no quesito de carregamento

Já entrou em um site mobile e se deparou com imagens que demoram para carregar? Isso é bem chato, não é? As chances de o usuário continuar no site, esperando a imagem carregar, são baixas e isso irá prejudicar as suas vendas.

Esteja atento à qualidade da imagem, mas também ao seu tamanho e o quanto o site suporta.

4. Layout da página

O layout da página também é um dos pontos mais importantes ao se ter um site disponível em versão mobile. Ele deve ser adaptado para facilitar o acesso do consumidor.

Algo que é muito falado, se tratando desse modelo, são os sites responsivos.

Um site responsivo é aquele que você consegue acessar por diversos meios, como computador, celular, tablet e demais, sem ter problemas como quebra de layout, tempo de carregamento, entre outros.

5. Melhore o seu texto

Que tal deixar o conteúdo mais fluido? Como as telas se diferem de tamanho, pode ocorrer de uma tela ser pequena como no caso do celular e, por isso, os textos especificamente nessa tela ficarem menores.

Por isso, para evitar que isso aconteça, aposte em textos mais objetivos, usando uma boa fonte e tamanho, evitando que o usuário fique dando zoom para entender determinada parte do texto.

Assim, você melhora muito a legibilidade do seu conteúdo.

6. Analise as estatísticas da sua página

Já comentamos em outros artigos sobre a importância de analisar os dados e dessa vez não será diferente.

Antes de mudar a sua página de vendas para o responsivo, faça uma análise para entender o número de pessoas que a acessam de diferentes dispositivos.

Assim, você verá a importância de tê-la, além de te ajudar a pensar em novas estratégias alinhadas a isso.

Principais ferramentas de criação de Página de Vendas

Infelizmente, muitas pessoas não têm conhecimento necessário em programação para desenvolver uma página de vendas.

Pensando na demanda de ser necessário a criação de uma página de vendas x conhecimento técnico em desenvolvimento, não demorou muito para que as empresas se movimentassem para oferecer uma solução que visasse suprir esta carência.

E estas soluções são chamadas ferramentas para criação de páginas de vendas. É o que veremos nos próximos tópicos, pois selecionamos as 5 melhores ferramentas que vão te ajudar!

Wix

A Wix vem ganhando espaço entre as ferramentas para criação de páginas de vendas. Tanto que hoje é o principal criador de sites da internet. Estima-se que 160 milhões de páginas foram criadas utilizando esta ferramenta.

Esta liderança pode ser explicada devido ao fato de que é bastante fácil criar um site a partir dele. Porém, como tudo na vida, há as suas vantagens e desvantagens.

E às vezes o que pode ser uma vantagem para alguns, não agrada necessariamente a outros.

Uma dessas ambiguidades é que no Wix você já tem páginas “pré fabricadas” e isto impede uma personalização maior.

Por outro lado, essa é uma grande vantagem para quem já possui em mente o que quer e precisa de poucos ajustes para colocar no ar seu projeto.

Vamos dar uma olhada nos prós e contras desta ferramenta.

Prós

Templates de alto nível

Quase todos os dispositivos para criação de sites possuem templates prontos. Entretanto, não são todos que prezam pela qualidade deles. 

Talvez por não permitir que os sites sejam criados “do zero”, o cuidado com os templates do Wix seja maior. Proporcionando, assim, grande diversidade e ótima qualidade.

WIX ADI

Este recurso nada mais é do que um sistema de inteligência artificial para auxiliar no começo de um projeto. 

Funciona assim: você responde algumas perguntas e a ferramenta já direciona o seu projeto conforme às opções de templates e funcionalidades que ela possui. Mas caso você prefira, pode começar o seu site sem responder às perguntas, utilizando o editor da Wix.

Templates personalizados para cada modelo de negócio

Cada negócio possui uma necessidade. Criar um site de uma clínica odontológica é bem diferente de criar um site que venda serviços de fotografia. 

Pensando nisso, o dispositivo oferece templates personalizados para cada modelo de negócio. Isto faz com que você ganhe bastante tempo ao criar o seu site. 

Veja abaixo algumas categorias de templates, no entanto, existem muitas outras, inclusive, uma exclusiva para landing pages.

Responsividade automatizada

O Wix faz isto de forma totalmente automatizada, ou seja, você não precisa se preocupar em configurar o seu site para ter um bom desempenho em diferentes dispositivos.

Contras

Valor dos planos

Os planos vão desde o gratuito, até R$49,00 por mês. O contra fica devido aos valores que são um pouco salgados para o que oferecem. Por isso, consulte os valores e os benefícios.

Carregamento das páginas

Esse é um problema relatado desde a criação da ferramenta. Entretanto, a Wix teima em não resolver o problema. Para quem investe em tráfego orgânico, sabe que a demora no carregamento de uma página pode atrapalhar consideravelmente o ranqueamento nos mecanismos de buscas.

Trocas de template

O Wix permite que você altere o design de um template. E isto é visto por muitos como uma vantagem. Porém, se você já escolheu um template e criou o seu site, a ferramenta não permite que ele seja trocado por outro modelo.

Unbounce

Esta ferramenta só tem um propósito: gerar conversão. E talvez por ser tão específica, seja uma das mais recomendadas pelos experts no assunto.

Vamos aos prós e contras.

Prós

Objetividade

Por ser criada somente para criação de landing pages, ela acaba sendo muito mais fácil de utilizar do que as outras, já que as suas funcionalidades são específicas somente para este propósito. O que evita confusão na hora de aplicar os recursos.

Testes A/B

O grande destaque do Unbounce fica por conta dos testes A/B. O dispositivo permite criar páginas com configurações e designs diferentes e ainda testar as versões simultaneamente, além de informar os dados, possibilitando que você conclua qual converte mais.

Responsividade

As suas páginas são configuradas automaticamente, tanto para dispositivos móveis quanto para desktops.

Contras

Não possui uma versão em português, mesmo utilizando as extensões de tradução do Google Chrome, às vezes fica confuso o conteúdo do dispositivo.

E também o valor dos planos. Certamente essa é uma das ferramentas mais caras do mercado. Os seus planos podem variar entre US$79,00 e US$399,00.

WordPress

Segundo a página da própria ferramenta, ela é utilizada por nada menos do que “35% da internet”. Agora imagine quantas páginas vão ao ar todos os dias mundo afora. 

Creio que já deu para ter uma noção da significância deste dispositivo. Certamente é a maior referência quando o assunto é criação de conteúdo para a internet.

Mas, assim como vimos nos anteriores, o WordPress também possui vantagens e desvantagens.

Vamos analisar a ferramenta.

Prós

Economia

O WordPress é totalmente gratuito. Isto significa que ao utilizá-lo você economiza e muito. Pelo menos em um primeiro momento. Nos contras falaremos mais sobre isso.

Reconhecimento do mercado

Essa é a ferramenta de criação de sites em geral mais utilizada em todo o mundo. Por este motivo, fica muito mais fácil de manuseá-la. Uma vez que há rico e vasto material na web com conteúdos relativos à ferramenta.

SEO

Estar bem ranqueado nos sistemas de busca é o sonho de todo dono de página. Obviamente, se algum usuário buscar no Google palavras-chave relacionadas ao que você comercializa e o resultado for a sua marca, as suas chances de aumentar, crescem consideravelmente. 

O WordPress possui otimização pelo SEO. Na medida que você escreve o conteúdo e configura a página, ele já te dá um panorama que informa se o conteúdo concorda com as principais regras de SEO.

Código aberto

O que regeu e ainda rege esta ferramenta é que ela é totalmente em código aberto. Em outras palavras, você não fica engessado a configurações pré determinadas. 

É possível que você modifique a sua página como bem entender. Entretanto, para realizar estas modificações altamente personalizáveis, você necessitará de um conhecimento de programação em PHP.

Contras

Suporte

Por ser gratuito e com código aberto, a ferramenta não possui suporte humanizado que atenda as principais dúvidas dos seus usuários. No entanto, esta demanda pode ser suprida através de conteúdos e fóruns que existem na internet voltados para ele. Que diga se de passagem: não são poucos.

Segurança 

Talvez o aspecto que mais pese na hora de decidir optar pelo WordPress seja a segurança. Por ser bastante popular, é natural que pessoas mal-intencionadas criem métodos para invadir as suas páginas. E para elas terem sucesso em suas atividades ilícitas, elas precisam mirar no WordPress.

Custos

Apesar de ser totalmente gratuito, os melhores temas e plugins para WordPress são pagos. E para produzi-los é necessário um conhecimento avançado em programação, os preços são geralmente salgados.

RD Station

A Resultados Digitais é uma das mais completas ferramentas de marketing digital existentes no mercado. Isto se ela não for a mais completa.

A plataforma divide-se em RD Station Marketing e RD Station CRM. A primeira voltada para criação e gerenciamento de ações de marketing, é nela que você cria as suas páginas de vendas.

Já a RD Station CRM é voltada para a equipe comercial e de relacionamento com o cliente.

Prós

Intuitiva

A maioria das funções se aprende apenas com o exercício do raciocínio lógico. Não é necessário mais informações para aprender a utilizar a ferramenta.

Agilidade

Como quase todas as outras, possui a função arraste e solte. O que agiliza bastante o processo de criação das landing pages.

Métricas

O fato do RD ser uma das ferramentas de marketing digital mais completas do mundo, faz com que ela permita acompanhar quase todos os índices e métricas existentes no marketing digital.

Custo x Benefício

Possui um teste grátis, no entanto, se quiser fazer algo a mais terá que pagar. Os planos variam entre R$59,00 mensais, até R$1.989,00. Certamente por ser muito completa, possui o melhor custo x benefício entre todas já vistas até aqui.

Contras

Muitas funções

A verdade é que fornecer muitas funções é o mesmo que fornecer muitas soluções. E isto pode ser uma vantagem ou desvantagem. 

Vantagem se você tiver um entendimento intermediário sobre marketing e desvantagem se você for um iniciante e acabar se perdendo em meio a tantas funcionalidades.

Tempo para começar um projeto

Ela possui um robô que fica te perguntando o tempo todo o que você deseja fazer. A princípio, a função dele é te ajudar e otimizar as suas ações conforme as suas demandas. Mas, às vezes ele realiza perguntas demais e acaba por ser bastante cansativo.

Conclusão

Agora que você já sabe o que é uma página de vendas e como começar a planejar a sua, que tal pôr a mão na massa e criar uma página de vendas para aumentar a sua taxa de conversão?

As páginas de vendas que mais convertem no mercado têm sempre como pilares o checkout, os canais de atendimento, a garantia e a descrição mais completa do produto.

Além de impulsionar as suas vendas, ela ainda gera credibilidade e fidelização do seu cliente.

Agora se você quer mais dicas de como vender ainda mais, faça a sua inscrição na Escola Monetizze. Nela você contará com módulos divididos em aulas que vão desde o nível iniciante até o avançado, todas elas produzidas pelas maiores referências no mercado. E o melhor: é totalmente grátis.

Por: Data da publicação:

Artigos relacionados