Pular para o conteúdo

O que são palavras chave?

Palavras chave, como o próprio nome sugere, são as palavras que os usuários utilizam em uma busca no Google.

Na verdade as palavras chave podem ser um só, ou mais termos. A definição mais próxima do significado de palavras chave, é que elas são as palavras, ou a palavra, que  irão nortear determinado conteúdo.

Se você possui um blog ou um site, as palavras chaves são as bússolas que irão guiar o conteúdo dos seus posts.

Ao definir uma palavra chave, você informa ao Google que o seu conteúdo se trata daquele determinado assunto. A partir disso ele direcionará as buscas pelo termo ao seu conteúdo. Vejamos o exemplo a seguir:

Acima podemos ver que as palavras chave são: plataforma de afiliados. Logo o Google mostra como primeiro resultado orgânico a Monetizze – Plataforma de Afiliados e Soluções.

Por que as palavras chave são tão importantes?

Se você produz marketing de conteúdo,as palavras chave são a diferença entre o seu conteúdo ser encontrado no Google ou ficar abandonado.

O porquê da existência das palavras chave é justamente este: ajudar com que o seu público te encontre na internet.

Entretanto, a resposta não pode parar por aí. É preciso que você entenda e adeque o seu conteúdo para cada etapa do seu funil de conversão.

Este funil se divide, na maioria dos casos, em três etapas, vamos usar como exemplo um e-book para emagrecimento:

  • Topo do Funil:A procura se dá por palavras mais básicas com relação ao seu produto e serviço. Exemplo: Como emagrecer.
  • Meio do Funil: Nesta etapa o cliente já sabe como emagrecer, mas procura uma solução mais tátil a sua necessidade. Exemplo: Dicas  práticas para emagrecer.
  • Fundo do Funil: Aqui o cliente já sabe o que quer e como conseguir. Ele está há um passo de adquirir o que julga necessário para sanar a sua dor. Exemplo: Livros com dietas para emagrecimento.

Entender cada uma das etapas do funil de vendas fará com que você determina as palavras chaves adequadas para onde seu lead se encontra.

Podemos perceber no exemplo acima que poderiam ser utilizadas 3 keywords diferentes para cada etapa do funil, são elas: Como emagrecer, dicas práticas para emagrecer e livros para emagrecimento.

O que são palavras chave negativas

Assim como existem keywords que podem auxiliar o usuário a encontrar o seu conteúdo, há também palavras que podem associar-se a ele, e no entanto, não remeterem ao que ele transmite.

Palavras chaves negativas são as palavras que você não quer que seu anúncio no Google seja atrelado. Portanto, elas não podem ser inseridas em uma estratégia de tráfego orgânico. Somente em anúncios feitos no Google Ads.

Pode parecer confuso a princípio, mas vamos dar um exemplo para que fique mais claro.

Suponhamos que você comercialize somente vinhos chilenos. Neste caso, as palavras chave que você poderia inserir como negativa poderiam ser: vinho nacional, vinho francês, vinho argentino, vinho brasileiro.

As keywords negativas são como um filtro para que você otimize ainda mais o seu anúncio e aumente o seu ROI.

Vale lembrar que o Google cobra por CPC, custo por clique. E ter pessoas clicando em seu anúncio sendo que na verdade elas não estão buscando o que você está comercializando, é o mesmo que jogar dinheiro fora.

Como inserir palavras chave negativas no meu anúncio

Para otimizar seu anúncio de forma que ele não seja encontrado por termos que não são pertinentes a ele, você precisará criar uma campanha e ir no Keyword Planner.

Após fazer isto, clique em ver volume de pesquisa e previsões.

O próximo passo é digitar a sua palavra chave. No caso do nosso exemplo é vinhos chilenos.

Para finalizar seleciona a opção palavras chave negativas, adicione as palavras chaves negativas e clique em salvar.

 

Pronto! Você adicionou keywords negativas. Ao fazer isto você informa ao Google que você não quer que elas sejam atribuídas ao seu anúncio.

É importante perceber que ao fazer isto, além de você dar o resultado que o seu cliente espera, você economiza no seu CPC.

Ferramenta para encontrar as palavras chave corretas

Existem diversas ferramentas no mercado que podem te ajudar a encontras as keywords mais indicadas para o seu conteúdo.

Vamos falar de algumas das principais e o que elas podem de fato te oferecer.

  • Semrush: Possui tanto uma versão paga quanto uma versão gratuita. A paga é a mais indicada pois te dá informações muito mais específicas. Enquanto a versão grátis te dá uma visão mais ampla. As informações obtidas são bastante variadas. É possível as tendências de keywords. Dessa forma fica bem mais fácil para você apostar em um conteúdo que provavelmente terá um número de buscas bastante alto.
  • Google Keyword Tool: Mais uma ferramenta do gigante da informação para otimizar campanhas. Como já vimos neste texto, o Keyword Tool do Google serve para que você tenha uma media de CPC da palavra chave, e outras métricas que te ajudarão a escolher keywords com o intuito de promover campanhas. Lá também que você encontra a opção de inserir palavras chave negativas..
  • Ubersuggest: certamente a ferramenta de keywords gratuita mais completa. Criada para o site do Neil Patel ela contém as informações mais detalhadas que se pode ter. Entre elas estão: ideia de palavras chave, tráfego, dificuldade de SEO, e até custo por clique.

Palavras chave Head Tail

Toda busca é baseada em keywords. Não importa o que o usuário busque, o termo que ele digitar no buscador serão palavras chave.

Muitas vezes elas podem ser compostas apenas por uma palavra, outras por duas.

Entretanto existem um grande número de keywords que possuem um número astronômico de pesquisas na internet. E isto, a princípio, pode parecer o ideal para você estruturar sua estratégia de SEO.

Entretanto, há uma coisa que é comum as palavras com um grande volume de buscas: A sua dificuldade de ranqueá-las organicamente. Isto ocorre porque o numero de empresas e pessoas que exploram o termo é muito grande. E como você está iniciando um projeto, pode ser que elas já estejam bem ranqueadas há um bom tempo. Tentar tomar a vaga delas nas primeiras páginas do Google pode ser um tiro no pé.

Estas palavras são chamadas de head tail, justamente por que este termo significa cabeça da cauda. Em outras palavras: são keywords que podem ser desmembradas em diversas outras keywords quando o usuário faz uma busca mais específica. Vamos a um exemplo para facilitar o seu entendimento.

Pesquisa realizada no Ubersuggest

A palavra marketing digital possui um volume de buscas bastante alto, entretanto a dificuldade dela, tanto em SEO quanto paga é muito alta, o custo por clique então, nem se fala.

Mas você já parou para pensar que a palavra marketing digital pode ser desmembrada em diversas outras keywords mais específicas? E é justamente isto que vamos abordar agora.

Long Tail Keywords

Como dissemos anteriormente, palavras chaves generalistas, ou head tail keywords, geralmente tem um número muito alto de buscas.

Entretanto, a maioria das vezes elas podem ser desmembradas para dar um resultado mais específico para o usuário. Ou até ele mesmo procure por termos mais específicos conforme a sua necessidade.

Estas palavras que “quebram” as keywords mais generalistas são chamadas de Long Tail Keywords. E elas tem esse nome justamente por que significa “palavras de cauda longa”, ou seja, palavras que possuem uma amplitude maior de termos, porém um número menor de buscas.

O termo Long Tail surgiu após um estudo feito por Chirs Anderson e publicado em seu livro A Cauda Longa. Portanto, não é um “achismo”. É fruto de um estudo minucioso.

Vamos exemplificar para que você entenda as diferenças entre keywords long tail e head tail.

Pesquisa realizada no Ubersuggest

Como vimos na Head Tail keywords, as palavras chave marketing digital é muito ampla. Isto significa que ela pode ser dividia em sub categorias.

No exemplo acima usamos keywords de cauda longa, ou long tail se preferir.

Percebe como o resultado foi diferente?

Pala as palavras chave “o que é marketing digital” o volume de buscas cai pra 6.600, porém a dificuldade de SEO caiu proporcionalmente. O custo por clique passou a ser 1/4 do que era no exemplo anterior.

Palavras chave e conteúdo: uma dupla que deve estar sempre em harmonia

Como já vimos, as keywords tem um papel fundamental tanto em estratégias de tráfego orgânico quanto para anúncios feitos no Google.

Entretanto ela deve ter uma conexão direta com o conteúdo que você pretende repassar aos seus leads. Não adianta escolher uma ótima palavra chave se o seu conteúdo não entrega valor.

Por isso, escolha bem as suas keywords, entretanto, não se esqueça que é ela que deve reger seu conteúdo. Imagine uma orquestra: as palavras chave são o maestro, o conteúdo os músicos.

Se coloque sempre no lugar da sua persona. Pense no que ela necessita, e não no que você acha que ficaria bom. Procure sentir por um momento as mesmas dores que ela. O segredo de um bom conteúdo é justamente sanar as necessidades de quem busca por ele.

Além disso, os algoritmos do Google são hoje capazes de identificar a relação entre uma palavra chave e o conteúdo. Portanto, se você trabalhar ótimas keywords, que no entanto não estejam atreladas no conteúdo, pode aguardar uma penalidade do Google.

Conclusão

As keywords são parte essencial de um conteúdo. Seja ele voltado para o tráfego orgânico ou pago. Portanto é preciso que se pense cuidadosamente sobre qual será a palavra chave que irá ser o centro das atenções do seu conteúdo.

Não faltam ferramentas na internet para que possamos fazer uma pesquisa melindrosa sobre qual keyword é a mais indicada para a estratégia que se pretende adotar.

Porém antes de qualquer coisa é necessário que pensemos no conteúdo que vise sanar as dores da nossa audiência. Como vimos, a palavra chave e o conteúdo devem funcionar como uma orquestra.

Portanto, leve em considerações os aspectos citados neste blog antes de definir quais serão as suas keywords. Mas antes disso, dê uma passada nos comentários e nos diga o que achou deste post.

Artigos relacionados