Pular para o conteúdo
comprar tráfego

Dicas de Como Comprar Tráfego e Alavancar as suas Vendas

Você imaginou um mega show dos Rolling Stones ou da Madonna sem nenhum público? É isso que acontece quando você tem um ótimo produto para promover, mas no entanto não tem tráfego. O tráfego pago é como comprar audiência pro seu site, blog, página de vendas e etc.

Neste post vamos dar dicas de como comprar tráfego na internet.

Porém, caso você ainda não tenha uma noção básica do que seria tráfego e as diferenças entre o tráfego pago e orgânico, não se preocupe. Nosso especialista em tráfego Rafael Barbosa, já fez um post em nosso Blog bastante esclarecedor sobre o tema.

Obviamente que nem os Rolling Stones, nem a Madonna vão pagar para as pessoas irem aos seus shows. Isto porque eles já são nomes consagrados no cenário da música mundial.

No entanto, para conseguirem essa audiência fiel, eles tiveram muito trabalho. Assim como no Marketing Digital você também terá, se quiser, de fato, ser um cara de sucesso.

Agora chega de falarmos de música e vamos a que interessa: as dicas de como comprar tráfego.

Explore ao máximo as suas personas

Quando eu digo explorar, não é no sentido pejorativo da palavra. Nos referimos a entender ao máximo as dores da sua persona, as mídias sociais que elas mais utilizam e onde elas estão.

Portanto, quando você define a sua persona, fica mais fácil estabelecer a linguagem que devem ter seus anúncios. Não adianta nada você querer falar para um público que não quer te ouvir.

Por isso, a criação da persona e a adequação das suas estratégias para os seus anseios, é essencial.

As perguntas que devem ser feitas quando já se tem estabelecida a persona, são as seguintes:

  • Quais as necessidades (dores), destas pessoas?
  • Como criar uma estratégia que faça com que ela tome a decisão que eu espero?
  • Qual a linguagem eu devo utilizar em minhas divulgações que mais se adeque ao perfil dela?
  • Onde eu encontro a minha persona no mercado digital?
  • Onde eu devo investir em tráfego pago, tendo em vista onde minha persona está?

Todas estas perguntas vão otimizar suas campanhas com tráfego pago. Pense em cada uma das respostas referentes a elas, antes de comprar tráfego.

Crie uma identidade visual bacana

Quando você pensa nos Rolling Stones qual imagem vem à sua cabeça? Sou capaz de apostar que é essa:

Isto ocorre porque seu cérebro já associa o nome Rolling Stones a identidade visual dele. Portanto, note que você pode não gostar de rock, que essa associação de nome e imagem vai ocorrer da mesma forma.

Por isso, quando se compra tráfego deve-se pensar na sua identidade visual. É ela que vai fazer com que os usuários em um médio/longo prazo, identifiquem de cara quem está falando com eles.

É muito mais fácil conseguir que uma pessoa tome determinada ação que você espera que ela tome, quando ela sabe quem está falando com ela.

Você seguiria um conselho da sua mãe ou de um desconhecido? Portanto, o mesmo pensamento vale quando falamos de promover algo pela internet.

Copywriting move as ações

O Copywriting pode ser definido, de uma maneira mais rasa, como a técnica de escrita que impulsiona uma pessoa a tomar determinada atitude que se espera, como resultado positivo para sua estratégia.

Por isso, para entender melhor Copywriting é bom que você estude bastante os gatilhos mentais. Embora a maioria das pessoas que já trabalham com marketing digital há algum tempo já conheça a grande maioria destes gatilhos, elas também acabam impulsionadas a tomar decisões através deles.

Isto porque eles trabalham seu cérebro de forma a convencê-lo que determinada ação deve ser efetuada.

Por isso, quando você pensar no tráfego pago, pense em qual ação você quer que o usuário tome e redija um texto que o impulsione para tal.

Defina claramente qual a ação que você espera que o usuário tome

Antes de comprar tráfego é preciso que você tenha em mente qual ação que você espera que o usuário tome.

Uma pessoa que não sabe o que você quer que ela faça, provavelmente pode se sentir um pouco perdida. Se o seu interesse é em alimentar o cliente com conteúdo, deixe claro nos seus anúncios e campanhas que ele está sendo levado a obter informações sobre as suas dores.

No entanto, se o seu objetivo é vender um produto, faça com que ele entenda isto. Porém, lembre-se de que vender um produto não é simplesmente dizer o nome e o preço.

Preço é diferente de valor. Entregue valor ao usuário. Faça ele entender o que ele vai ganhar de benefício adquirindo seu produto. Se possível insira depoimentos de pessoas que utilizaram o produto que você promove e obteve resultados satisfatórios.

Fazer com que um usuário tome a decisão que você espera dela envolve muita estratégia. Tenha isso em mente e pense meticulosamente como fazer com que ela tome a decisão que gere o resultado esperado.

Como comprar tráfego na internet

As dicas acima são relacionadas ao que se deve fazer para obter bons resultados com a compra de tráfego. Porém, para comprar este tráfego, é necessário que você entenda quais ferramentas existem, que te possibilita fazer isto e como se dá o funcionamento de algumas delas.

Por isso vamos mostrar para vocês quais as principais ferramentas para se comprar tráfego e o que elas podem te proporcionar como vantagens.

Google Ads

A primeira coisa a esclarecer e que confunde muitas pessoas é a seguinte: Google Adwords e  Google Ads são a mesma coisa. Pode parecer uma informação inútil, entretanto, quando estamos falando de iniciantes no marketing digital, esta informação faz bastante sentido.

O Google Ads é basicamente uma ferramenta que divulga seus anúncios com base em palavras chave. Hoje o Google é o principal mecanismo de busca da internet. Sendo assim, quando falamos em buscas feitas no Brasil, segundo pesquisa, ele corresponde a 92,15% do volume total.

Portanto, ele se mostra como uma das ferramentas mais eficazes para se comprar tráfego, não só no Brasil, mas no mundo. No entanto, é preciso que se tome alguns cuidados ao anunciar no Google. Isso se deve ao fato de que os seus termos de uso são bastante minuciosos e o que você julga ser um anúncio comum, pode custar o bloqueio da sua conta.

Facebook Ads

Certamente uma das ferramentas mais completas para se comprar tráfego em toda internet. Isto porque o Facebook armazena uma gama infindável de informações sobre seus usuários.

Todos os dias fazemos check in em determinados lugares, curtimos publicações, participamos de alguns grupos e etc. O Facebook sabe isso tudo e usa estes dados a favor de quem compra tráfego nesta mídia social.

Sendo assim, o Facebook consegue segmentar sua campanha ao máximo, colocando você o mais próximo possível da sua persona. Você pode criar campanhas por geolocalização, faixa etária, interesses e até criar públicos semelhantes.

Porém, o Facebook sofre da mesma rigorosidade do Google no quesito termos de uso. A cada dia mais esta ferramenta vem tornando mais estrita sua política de publicidade. Termos que vemos cotidianamente divulgados na grande mídia não tem espaço no Facebook.

Por isso, saiba que esta ferramenta certamente está entre as mais completas para aquisição de tráfego. No entanto, antes de investir, é preciso que você leia os termos de uso e pesquise sobre como evitar que suas campanhas e conta sejam bloqueadas.

Instagram

Adquirida em 2012 pelo Facebook, esta Mídia Social é a que mais cresce atualmente no mundo. Segundo pesquisa, hoje seus usuários já ultrapassam a casa do 1 Bilhão de usuários. Para o ano de 2019 se espera um crescimento, de nada mais, nada menos, do que 60%.

Como o Instagram pertence ao Facebook, você pode criar sua campanha nele e escolher se ela também será feita no Facebook simultaneamente. Assim como sua Mídia Social irmã, o Instagram permite uma segmentação muito ampla, que pode te colocar exatamente onde a sua persona está.

É importante ressaltar que esta Mídia Social tem um apelo visual muito forte, devido a este fato, é importantíssimo que se tenha uma identidade visual bem trabalhada.

Por isso, crie vídeos com boa qualidade, aposte em uma logomarca forte, e principalmente:  estimule o usuário a tomar decisões.

Taboola e Outbrain

Essas duas ferramentas: Taboola e Outbrain tratam-se de Native Ads. Isto nada mais é do que publicidades que tem raiz dentro do interesse do usuário.

Você já percebeu quando está navegando por uma página que fala sobre dietas e aparece o anúncio de algum produto de emagrecimento, ou mesmo de um blog com assunto relacionado ao que você está lendo? Esta é a publicidade nativa.

A grande vantagem deste tipo de tráfego, é que ele além de não atrapalhar, enriquece a experiência do usuário. Uma vez que ela é relacionada a algo que ele já possui o interesse, a chance do seu anúncio obter sucesso aumenta significativamente.

Porém, ao utilizar estas ferramentas para aquisição de tráfego, é bom que se estude elas bastante antes. Além disso, é preciso que seu anúncio esteja em um nível profissional. Isto porque, dentre as ferramentas para aquisição de tráfego, elas são as que possuem o investimento mais alto.

Considerações Finais

Não há estratégia de marketing no mercado digital que funcione sem tráfego. Se você pretende alavancar as suas vendas, o caminho mais rápido para se conseguir resultados satisfatórios é o tráfego pago.

Embora estas dicas te ajudem bastante a entender como funciona os mecanismos de tráfego pago, alguns especialistas afirmam que o segredo é: testar, testar e testar.

Por isso, se você não possui conhecimentos intermediários ou avançados em compra de tráfego, o ideal é que você escolha a ferramenta que mais se adéqua a sua estratégia, e num primeiro momento invista pequenas quantias.

Vá navegando por elas e descobrindo como segmentar melhor seus anúncios e/ou campanhas. Veja para o que cada segmentação serve. Dedique o seu tempo em aprender, e as suas chances e sucesso irão aumentar consideravelmente.

Você percebeu quantos links este post tem direcionado a posts do nosso blog? Isto por que produzimos bastante conteúdo pensando em você.

Navegue mais por ele e dê uma olhada nas outras postagens. Pode ficar a vontade, a casa é sua!

Artigos relacionados